Reflexões sobre o Antivacinismo no Brasil

No território livre da internet, a articulação contínua de movimentos que incentivam rejeitar ou adotar seletivamente a vacinação a respeito da orientação médica. Revela o excesso de confiança por parte da população em seu conhecimento amador. Descrente e mal informada, a população se torna presa fácil de movimentos antivacinistas e faz fake news compartilhadas nas redes sociais e grupos de whatsapp.
O desfecho mais preocupante é a queda nas taxas de cobertura vacinal que, em 2018 ficaram abaixo da meta para sete das oito vacinas obrigatórias na infância. A situação entre adolescentes e adultos é ainda mais preocupante. Como consequência, vivemos a ressurgência do sarampo e o risco do retorno de outras doenças eliminadas.
Apesar de, no geral, a confiança em vacina se mostrar alto no Brasil e no mundo, a tendência á hesitação, considerada uma das dez maiores ameaças globais à saúde humana, indica a necessidade de abordagens criativas de base científica na comunicação sobre a importância de se vacinar, o que exige estratégias de todos os setores da sociedade.
📲 Nosso WhatsApp: (62) 98450-6875 ou clique aqui: https://api.whatsapp.com/send?phone=5562984506875&text=O%20que%20o%20Instituto%20Imuno-alergo%20pode%20fazer%20por%20voc%C3%AA?
💻 Acesse nosso site: www.institutoimunoalergo.com.br
👉 Av. T4, 619 – Sala 1301 – Ed. Buena Vista Office Design
Setor Bueno, Goiânia – GO
☎ (62) 3256-2030
📧 contato@institutoimunoalergo.com.br
Diretora técnica: Dra Lorena de Castro Diniz CRM: 10999
RT: Enf. Lara Jeanna de Souza Coren:563.696
#institutoimunoalergo #instituto #imunoalergo #dralorenadecastrodiniz #goiania #clinicadevacinacao #vacinaçao #goiania #vacinassim #prevençao #cuidadoscomasaude #imunizacao #movimentoantivacinista #vacinarpranaovoltar #vacinasalva #informacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *